Dr. Colibri ensina: Saiba como introduzir os alimentos na dieta do bebê!

Dicas Dr. Colibri

05/06/2018

Mamãe, após seis meses de uma alimentação que inclui apenas o leite materno, chegou o momento de apresentar ao bebê as papinhas, sopas e frutas! Mas, como toda transição, nem sempre o pequeno aceita logo de primeira a novidade. Para amenizar o impacto e tornar a hora das refeições um momento prazeroso, e não de luta, selecionei algumas dicas importantes para te ajudar. Olha só:

Acrescente papinhas e frutas ao cardápio


No começo, serão, em média, quatro mamadas para duas alimentações de papinhas pastosas (não totalmente liquefeitas), salgadas e doces. Prefira amassar os alimentos ao invés de coloca-los no liquidificador e inclua frutas frescas. Para a criança não estranhar tanto, opte por legumes mais adocicados, como beterraba, cenoura, chuchu e batata-doce.

Ofereça leite de sobremesa


Depois de um tempo, para não eliminar totalmente o leite materno caso a criança ainda peça, ele pode ser incluído após o almoço e o jantar.  

Prefira a água ao invés do suco

Nessa fase, o bebê também começa a beber água. Segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria, o suco deve demorar um pouco mais para fazer parte do cardápio, sendo que oferecer a fruta in natura é a melhor opção.

Tenha calma e paciência nesse momento


É normal que a introdução dos alimentos sólidos gere estresse na criança. Mas isso não significa que você adiar esse momento, muito menos fazer festa se ela comeu tudo ou dar bronca porque cuspiu a comida. Adotar horários fixos para as refeições e garantir um ambiente tranquilo ajudam o pequeno a encarar esse processo com mais naturalidade. E nada de oferecer na mamadeira: isso fará com que o bebê demore para se acostumar com alimentos salgados e sólidos.

Prepare sopas em dias frios

A partir do oitavo mês de vida, e com a chegada do inverno, esse prato é uma boa opção. Aconselho que ele inclua arroz ou macarrão, um tipo de grão, carne, dois tipos de legumes e dois de verduras de folhas.  

Adapte as refeições às alterações intestinais



Com a mudança na alimentação, é normal que aconteça ressecamento ou leve soltura intestinal. Para ajudar a solucionar o problema, alimentos que contém fibras, como verduras de folha escura, fazem com que o intestino fique mais solto, enquanto batata, mandioquinha e frutas como goiaba e maçã costumam deixa-lo mais preso.

Por fim e não menos importante: é natural que esse momento seja difícil, mas com o tempo os pequenos vão se acostumando e dando menos trabalho! Não desista e, se necessário, peça ajuda a profissionais especializados.

Fontes:
Site Guia do Bebê
Site Bebe.com.br



COMPARTILHE

Facebook Twitter Mail

« Voltar