Palavrinhas de

mãe para mãe

Blog da Mamãe Colibri

Cuidados com a imunidade na gravidez

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Você sabia que os anticorpos da mãe passam para o bebê e o protegem nos primeiros meses de vida? Saiba como cuidar da imunidade na gravidez!

Ei, mamãe, você sabia que nós podemos tanto transmitir doenças como proteger nossos bebês quando estamos grávidas? Por isso que é tão importante cuidar da nossa imunidade nessa fase.

Por causa dos hormônios, é normal a gente ficar com a imunidade baixa na gravidez. E não é qualquer remédio que a gente pode tomar. Ixi, o melhor mesmo é se cuidar, né?

Por isso, resolvi separar alguns alimentos e vitaminas que ajudam a gente a contornar isso. Tudo pelo nosso bem e dos nossos bebezinhos!

Vitamina C: ela ajuda a aumentar as células de defesa do nosso corpo. Elas são verdadeiras heroínas contra vírus e infecções. Alguns alimentos com vitamina C são acerola, limão, laranja e kiwi.

Vegetais verde-escuros: até as mamães que não gostam de salada vão querer comer, já que eles fazem maravilhas por nós e pela pessoinha que carregamos por nove meses. Couve, espinafre e brócolis, por exemplo, são ricos em vitamina A, B6 e B12, importantíssimas para a imunidade!

Iogurte natural: nosso intestino tem algumas bacteriazinhas que nos ajudam a aproveitar melhor todos os nutrientes dos alimentos, e o iogurte ajuda na recomposição desses micro-organismos. Parece milagre, né?

Cebola: dessa vez ela não vai te fazer chorar, e sim ficar bem feliz por causa de uma substância chamada quercetina, que deixa a imunidade das grávidas lá no alto!

Gostou, mamãe? Pra tudo na vida, a alimentação é superimportante. Mas quando somos responsáveis por duas pessoas, não tem desculpa, né? O jeito é caprichar no cardápio!

Mas e as vacinas?

Você sabia que os nossos anticorpos passam para os bebês através da placenta? Lindo, né?! São eles que protegem os pequenininhos nos primeiros 6 meses de vida. É por esse motivo que algumas vacinas são importantes quando estamos grávidas, como a do tétano, hepatite B e influenza.

Mas ATENÇÃO: nem todas as vacinas são recomendadas. Podemos tomar aquelas que contêm compostos inativados, ou seja, com micro-organismos não vivos. Assim, o bebê não corre o risco de adquirir o vírus. A vacina contra a febre amarela, por exemplo, não deve ser tomada até os 6 meses do bebê.

Lembre-se de que, antes de tomar qualquer vacina, é fundamental conversar com o seu médico. Assim, você garante uma vida longa e feliz para você e seu bebezinho!

Gostou das dicas, mamãe? Espero ter ajudado. Aqui no Mundo Colibri, tem muitas matérias pra te ajudar aproveitar ao máximo esse momento maravilhoso. Boa leitura!

Compartilhe suas experiências nos comentários dos artigos/vídeos e ajude outras mamães que passam pelas mesmas situações que você! #UnidasSomosMaisFortes

Receba nossos conteúdos por e-mail