Palavrinhas de

mãe para mãe

Blog da Mamãe Colibri

Dicas de posições para a hora de amamentar

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Tudo pra ter uma amamentação nota 10

Tá bom, né, mamãe. A gente sabe que amamentação não é sempre mil maravilhas, às vezes dói, cansa os braços e não parece nada daquele romance que a gente ouve por aí.

Mas sabia que, com a posição certa, dá pra melhorar muuuuito esse nosso momento com os pequenininhos? Pois é! Mas quando digo posição certa, é a certa pra você, tá? Afinal, cada mamãe e cada bebê tem um jeitinho especial.

Enfim, to aqui pra te contar o que aprendi sobre as posições pra amamentar e como elas nos ajudam nessa hora, que é excelente pra aumentar nosso vínculo com os bebês. Vamos lá?

As melhores posições para amamentar

A tradicional

É aquela que a gente normalmente usa, apoiando o bebê com o braço do mesmo lado da mama que ele vai pegar. A cabecinha dele tem que estar apoiada no cotovelo, alinhada com o restante do corpinho.

Uma coisa que eu gosto muuuuito de usar nessa hora é a almofada de amamentação (que eu comprei lá no e-commerce da Colibri). Ela é super fofinha, perfeita pra apoiar o baby com bastante conforto, e ainda ajuda a aliviar a tensão dos nossos ombros e costas na hora do tetê.

Ah, outra dica pra deixar mais confortável pra você é colocar um travesseiro nas pernas, embaixo do bebê. E não se esqueça de sentar em uma poltrona beeeem gostosa.

Transversal

Muito parecida com a primeira, essa é uma das melhores posições. Experimenta pra você ver, mamãe: apoie o corpo do bebê com o braço do lado contrário ao seio que você vai oferecer. Com a mão aberta, segure a cabeça do bebezinho e, com a outra, apoie a mama.

E não precisa se inclinar pra frente nem pra trás, viu? Com o seu braço, você aproxima o bebê do corpo pra ele mamar direitinho. Essa é uma posição bem confortável pra ele, porque fica bem mais fácil de ele pegar o peito, já que a cabeça vai estar na posição certinha.

Invertida

Mamis, se você está se recuperando da cesárea e a barriga ainda tá com aquela dorzinha chata, esse é o jeito perfeito pra você dar de mamar.

Em vez de apoiar o baby no abdômen, você vai usar o cotovelo, segurando o pequeno do lado do seu corpo. As costinhas dele vão ter que ficar no seu antebraço. Aí, o rostinho fica virado em direção ao seio.

Deitada

Essa é uma solução pra quando a gente tá muito cansada. Afinal, rotina de mãe não é fácil, né? Nesses casos, você pode deitar de lado e colocar o bebê de frente para você, apoiando a cabecinha dele com a sua mão.

Mas nada de pegar no sono hein, mamãe! Se você estiver muito exausta e, principalmente, se já for tarde da noite, o ideal é evitar essa posição.

Posições ruins para amamentar

Também tem aquelas posições que não são boas para o seu conforto e o do babyzinho, ou porque dificultam a alimentação do pequeno. Aí não pode, né?

Conheça quais posições evitar:

  • Com seu corpo curvado em cima do bebê
  • Bebezinho com a cabeça e o corpo não alinhados
  • Segurando o bebê longe do peito
  • Você sentada em uma cadeira que não é confortável, sem apoio para os braços

A pega correta do bebê

A maneira como o pequeno abocanha a mama também é muito importante para que tudo ocorra da melhor forma. Por isso, mamãe, separei algumas dicas para te ajudar a ter sucesso nessa fase – evitando quaisquer problemas:

  1. O baby deve abocanhar a aréola, e não o mamilo – para evitar machucados
  2. O rosto do bebê deve estar virado para a mama, com a boca o mais aberta possível
  3. Os lábios devem estar virados para fora e o queixo encostado na mama, pois isso indica que o pequeno está conseguindo movimentar a língua para fazer a extração adequada do leite
  4. A covinha na bochecha e o barulho ao mamar até podem parecer fofos, mas indicam ingestão de ar – o que é errado
  5. Outro sinal claro de erro é o choro do bebê, que significa que algo não está bom para ele
  6. A dor no mamilo é um sinal de alerta, apesar da sensação de pressão ser normal nos primeiros dias

Dicas extras pra melhorar a amamentação

Como eu disse lá em cima, mamãe, por mais que esse momento nem sempre seja fácil, você ainda pode fazer ele ser especial. Além de escolher uma posição confortável, tem outras coisas que ajudam a garantir que o pequeno se alimente bem e que vocês dois estejam conectados e felizes.

Olha só:

 Tente relaxar

Se o pitico sentir que você está tensa, ele não vai mamar direito. E não é isso que queremos, né? Então, tenha um cantinho bem confortável, silencioso e sem interrupções.

 Não esqueça o copo de água

Você vai sentir muita sede, já que o nosso corpo precisa repor o líquido que está perdendo. Antes de pegar o baby, já providencie um copo de água pra ficar bem pertinho de você.

 Não deixe para amamentar quando o pequeno estiver com muita fome

Se ele estiver muito esfomeado, vai ficar inquieto e todo irritadinho. Resultado: não vai querer mamar.

Se não tá confortável, tente mudar a posição

Principalmente se você estiver com as mamas doloridas e machucadas. Isso é um sinal de que a posição não está boa para você, mamãe. Ainda bem que aí em cima tem uma lista com vários jeitos pra você testar!

Tenho certeza que, seguindo essas dicas, a hora do mamá vai melhorar 1000%! Depois me conta o que você tentou e o que deu certo, tá? Beijinhosss!

Compartilhe suas experiências nos comentários dos artigos/vídeos e ajude outras mamães que passam pelas mesmas situações que você! #UnidasSomosMaisFortes

Receba nossos conteúdos por e-mail