Palavrinhas de

mãe para mãe

Blog da Mamãe Colibri

Dr. Colibri ensina: Saiba como introduzir os alimentos na dieta do bebê!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on telegram
Share on pocket
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Mamãe, após seis meses de uma alimentação que inclui apenas o leite materno, chegou o momento de apresentar ao bebê as papinhas, sopas e frutas! Mas, como toda transição, nem sempre o pequeno aceita logo de primeira a novidade. Para amenizar o impacto e tornar a hora das refeições um momento prazeroso, e não de luta, selecionei algumas dicas importantes para te ajudar. Olha só:

Acrescente papinhas e frutas ao cardápio

Clique aqui

No começo, serão, em média, quatro mamadas para duas alimentações de papinhas pastosas (não totalmente liquefeitas), salgadas e doces. Prefira amassar os alimentos ao invés de coloca-los no liquidificador e inclua frutas frescas. Para a criança não estranhar tanto, opte por legumes mais adocicados, como beterraba, cenoura, chuchu e batata-doce.

Ofereça leite de sobremesa

Clique aqui

Depois de um tempo, para não eliminar totalmente o leite materno caso a criança ainda peça, ele pode ser incluído após o almoço e o jantar.

Prefira a água ao invés do suco

Clique aqui

Nessa fase, o bebê também começa a beber água. Segundo recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria, o suco deve demorar um pouco mais para fazer parte do cardápio, sendo que oferecer a fruta in natura é a melhor opção.

Tenha calma e paciência nesse momento

Clique aqui

É normal que a introdução dos alimentos sólidos gere estresse na criança. Mas isso não significa que você adiar esse momento, muito menos fazer festa se ela comeu tudo ou dar bronca porque cuspiu a comida. Adotar horários fixos para as refeições e garantir um ambiente tranquilo ajudam o pequeno a encarar esse processo com mais naturalidade. E nada de oferecer na mamadeira: isso fará com que o bebê demore para se acostumar com alimentos salgados e sólidos.

Prepare sopas em dias frios

Clique aqui

A partir do oitavo mês de vida, e com a chegada do inverno, esse prato é uma boa opção. Aconselho que ele inclua arroz ou macarrão, um tipo de grão, carne, dois tipos de legumes e dois de verduras de folhas.

Adapte as refeições às alterações intestinais

Clique aqui

Com a mudança na alimentação, é normal que aconteça ressecamento ou leve soltura intestinal. Para ajudar a solucionar o problema, alimentos que contém fibras, como verduras de folha escura, fazem com que o intestino fique mais solto, enquanto batata, mandioquinha e frutas como goiaba e maçã costumam deixa-lo mais preso.

Por fim e não menos importante: é natural que esse momento seja difícil, mas com o tempo os pequenos vão se acostumando e dando menos trabalho! Não desista e, se necessário, peça ajuda a profissionais especializados.

Fontes:
Site Guia do Bebê

Site Bebe.com.br

Compartilhe suas experiências nos comentários dos artigos/vídeos e ajude outras mamães que passam pelas mesmas situações que você! #UnidasSomosMaisFortes

Receba nossos conteúdos por e-mail