Mundo Colibri » » Dr. Colibri Ensina: entenda como e quando se desenvolvem os sentidos do bebê

Dr. Colibri Ensina: entenda como e quando se desenvolvem os sentidos do bebê

Dicas Dr. Colibri

09/08/2018

Você sabia que os cinco sentidos dos bebês começam a ser desenvolvidos a partir do 7º mês de gestação?

Depois do nascimento, os pequenos recebem e respondem constantemente aos estímulos do ambiente, sendo importante observar qualquer dificuldade, principalmente nos 90 primeiros dias. Para te ajudar a compreender melhor esta fase, eu, Dr. Colibri, selecionei as informações mais importantes sobre o assunto. Confira a seguir:

Visão

Por estar acostumado ao ambiente intra-uterino escuro, o recém-nascido possui o reflexo de fechar os olhos com força contra a luz forte. Apesar desse sistema visual ainda imaturo, ele consegue focar objetos de 20 a 30 centímetros de distância, o suficiente para enxergar e identificar o rosto da mãe na hora da amamentação. Além disso, os olhinhos são atraídos por padrões de preto e branco ou cores contrastantes.

Audição

É o sentido mais aguçado do bebê, sendo que com apenas três dias ele já identifica a voz dos pais. Sons altos e agudos costumam incomodar, enquanto os baixos e rítmicos acalmam o choro. Por isso, prefira caixinhas de música e brinquedos que emitem sons agradáveis para estimular a audição. O som da voz da mãe cantando e conversando também é muito prazeroso para o pequeno.

Olfato e paladar

Ambos os sentidos acompanham os bebês desde o parto. Ao nascerem, eles já demonstram que sabem diferenciar odores afastando-se de perfumes desagradáveis e reconhecendo os familiares, especialmente o da mãe. Já pelo paladar, mesmo que não possuam botões gustativos totalmente maduros, eles conseguem diferenciar o doce do azedo e amargo, preferindo o primeiro.

Tato

Toque suaves e movimentos rítmicos costumam acalmar os pequenos. Isso porque, ainda no útero, eles se acostumaram a serem embalados pelos movimentos da mãe e, após o nascimento, o balanço continua a confortá-los.

Fontes: Revista Crescer, Guia do Bebê



COMPARTILHE

Facebook Twitter Mail

« Voltar

Você também vai gostar de ler: